A caça aos pedófilos está se intensificando cada vez mais ao redor do mundo, especialmente agora que as tecnologias de comunicação avançaram tanto, tornando muito fácil a ação oculta desses agressores sexuais em atrair crianças e adolescentes vulneráveis.

Em anos recentes, as autoridades de investigação policial começaram a usar a mesma arma tecnológica dos pedófilos – a internet – para caçá-los com uma isca: Sweetie, um chatbot que agora ganhou uma funcionalidade totalmente automática. Sweetie se faz se passar por uma garota de 12 anos de idade pelos lugares mais obscuros da internet.

O avatar, criado por uma empresa de caridade Holandesa ganhou visibilidade em 2013. Agora, com novas otimizações e poder de processamento, Sweetie fez um retorno impactante e pode lidar com milhares de conversas simultâneas e enviar mensagens de alerta aos ofensores. Com a sua ajuda, operadores investigativos podem procurar por predadores pedófilos em salas online adolescentes e infanto-juvenis.

Forma física como Sweetie se apresenta aos usuários online

E o que as autoridades estão descobrindo é repulsivo. São incontáveis homens online caçando crianças, e a idade das vítimas está diminuindo cada vez mais, com garotas e garotos de de 5 a 7 anos sendo frequentemente alvos, ou até mais novos. E a violência contra essas crianças está se tornando cada vez mais extrema.

A empresa de caridade diz que as crianças são também frequentemente forçadas a realizarem “sexo via webcam” em países como as Filipinas. Recentemente, 12 crianças foram resgatadas de locais onde adultos as exploravam para o sexo online para o público pedófilo, a partir de uma operação policial iniciada em 2015. Aliás, Sweetie finge ser uma garota das Filipinas.

Os operadores físicos, quando recebem notificações da Sweetie de algum ofensor sexual, passam a ter o comando e, para o agressor, eles são uma criança de 12 anos. Então, se a situação é visivelmente um ataque sexual – onde o usuário adulto flagrado começar a querer explorar sexualmente o avatar infantil – os operadores enviam uma mensagem de alerta para ele, onde é deixado claro que os dados pessoais e fotos/vídeos daquela pessoas podem ser enviados para as autoridades legais caso o infrator continue praticando esse comportamento criminoso. A mensagem também deixa explícito as pesadas penas criminais e multas que podem ser aplicadas ao agressor.

Mensagem de alerta enviada pelos operadores da Sweetie. “PARE DE ABUSAR DE CRIANÇAS!”

Enquanto alguns agentes de polícia suportam o que a empresa de caridade está fazendo, outros dizem que o sistema ainda é muito ineficiente, principalmente em pegar aqueles criminosos já experientes e cautelosos, e que muitas vezes representam as maiores ameaças.

De qualquer forma esse trabalho da Sweetie e colaboradores mostra que a internet está ficando cada vez mais perigosa para as crianças e adolescentes. Esse é um alerta grave para os pais, estes os quais deveriam melhor fiscalizar e educar os filhos para que os perigos online sejam melhor evitados.

Referência: BBC News