O caçador de destroços marítimos, David Mearns, reportou recentemente que os dados de um sonar mostram que um transatlântico de passageiros extremamente parecido com o SS Athenia está repousado a 200 metros de profundidade no Rockall Bank, no solo marinho do Oceano Atlântico, Irlanda.

Imagens capturados pelo sonar dos destroços provavelmente pertencentes ao Athenia

Athenia foi o primeiro navio Britânico a ser afundado durante a Segunda Guerra Mundial. Um submarino Germânico o acertou com um torpedo horas depois que o Reino Unido declarou guerra sobre o Hitler, em 1939. Mais de 100 pessoas, incluindo norte-americanos, foram mortos no ataque.

Os alemães inicialmente negaram o envolvimento, temendo que os EUA se juntassem à guerra. Na realidade, o comandante do submarino, Fritz Julius Lemp, confundiu o navio de passageiros com um navio de guerra britânico. Nisso, se seguiu que o governo alemão tentou cobrir sua falha. Eles até tentaram colocar a culpa do afundamento em Winston Churcill, este o qual, naquele mesmo dia – 3 de Setembro de 1939 – tinha sido apontado como Primeiro Lorde do Almirantado, O governo nazista alemão teve a cara de pau de dizer que foi Churchill que ordenou um submarino britânico a atirar no Athenia como parte de um plano para forçar os EUA a entrarem em apoio na Guerra. Apenas no Julgamento de Nuremberg que o fato ficou esclarecido.

“O Assassino/ Lembrem-se: mulheres e crianças primeiro” – Ninguém no Reino Unido estava acreditando na ´teoria conspiratória´ propagandeada por Hitler para tentar culpar o Chruchill pelo grave incidente e crime de guerra

Os esforços de resgate na época incluíram 6 outros navios. 1306 pessoas foram resgatadas com sucesso do Athenia, em meio a um mar revolto. Porém, a maior parte que acabou morrendo estava em dois botes salva-vidas que foram esmagados pelas fortes ondas, pouco antes de serem auxiliados.

Notícia do jornal London News, na época, cobrindo a operação de resgate do Athenia

Fritz Julius Lemp comandou o submarino criminoso por mais dois anos, até eventualmente perder sua vida em uma confrontação em 1941, quando o U-110 foi forçado a emergir para a superfície marinha depois de grande danos de ataque. Os Britânicos capturaram o submarino e investigações nele ajudaram a esclarecer os fatos, especialmente após a prisão de oficiais da marinha germânica.

Voltando, ao achado por Mearns, as dimensões dos destroços encontrados se encaixam perfeitamente com o do Athenia, ou seja, algo em torno de 160 metros de comprimento e 13,5 toneladas de massa. Além disso, as coordenadas onde os destroços estão localizados são muito próximas daquelas enviadas pelo rádio do Athenia no dia do incidente para que unidades de resgate fossem enviadas. De qualquer forma, nada ainda é 100% garantido. As análises continuarão.

Referências:

  1. http://www.bbc.com/news/science-environment-41503664
  2. http://www.nationalarchives.gov.uk/help-with-your-research/research-guides/merchant-shipping-movement-cards-1939-1945/