Tantas dúvidas e questionamentos existem a respeito de Deus, e uma dela é o motivo da existência de Deus, a igreja prega que os cristãos nasceram para ser felizes, e encontrar essa felicidade todos os dias, em todos os momentos e lugares, mas porque então a tristeza existe? Porque até mesmo os cristãos choram. Se chegou até aqui, quero desafiar-te, se é ateu, por favor, leia até o final, se for cristão, leia também, e se você estiver respirando neste momento, o desafio é para você também, leia.

Primeiro, que chorar não é ser triste, quantas vezes já chorou de emoção, por estar feliz? Aposto que algumas. Mas afinal, quem criou a tristeza? Deus criou a tristeza, bem como criou todos os outros sentimentos que nosso humano transmite, porém, Deus não criou a tristeza para sermos tristes, criou a tristeza como um plano B.

Vamos pensar, ele nos dá o livre-arbítrio certo? Então podemos escolher entre o bem e o mal, entre coisas boas e coisas ruins, entre glórias e vitórias ou pecado, certo? Se não escolhermos Jesus e as glórias e vitórias que ele tem para nós, vamos sim ter uns momentos de felicidade, mas logo, vêm a tristeza, e como seria se quando faltasse a felicidade não existisse a tristeza? O ser humano deixaria de ser perfeito, é a mesma coisa de fabricarem uma tv e ter apenas botão de volume para aumentar, não faz sentido, não teria como.

Então, a tristeza não existe para sermos tristes, mas sim como algo bom, temos que ver ela como um deserto, “se a tristeza fosse um lugar, nela teria quadro paredes de madeira, em meio a uma floresta, uma música suave, uma poltrona reclinável, algo quente para beber e muitas folhas para escrever o que te fez chegar ali, naquele lugar. ”. Não podemos ver a tristeza como fim, pois ela é um começo, um novo aprendizado, porém, o aprendizado só vai acontece se você se permitir refletir.

Mas é importante entender que se você não acredita em Deus, você não está condenado a ser triste, porque ninguém nasce condenado a nada, você mesmo, eu mesmo, nós mesmos nos condenamos a partir de nossas atitudes, claro que não adianta eu proclamar que sou feliz de uma forma, porém, minhas atitudes me levam a um caminho contrário, se eu buscar a felicidade, vou encontra-la, e da mesma forma a tristeza.

Temos muito que agradecer pela tristeza e pelo choro, porque Deus não os fez porque não confia em nós humanos, ou porque ele quer nos ver triste, é como um pai que coloca rodinhas em uma bicicleta, esse pai confia no filho, sabe que ele tem equilíbrio, mas se ele for cair, as rodinhas podem impedir ou amortecer o tombo, e se no caso da vida humana a tristeza for como essas “rodinhas da bicicleta”, Deus vai tirar as rodinhas quando nos aproximarmos mais dele e estivermos vivendo o que ele nos pede.

Por fim, concluo dizendo que apenas procurar felicidade ou tristeza é vago. Você pode chegar mais longe do que isso, não busque felicidade por apenas alguns segundos, não busque felicidade onde as pessoas são carentes e fazem de tudo para ter momentos de prazer, busque a felicidade a onde você vai realmente encontra-la, aí mesmo, dentro de você. As vezes nos deixamos levar e pensamos que a felicidade está em um copo de qualquer coisa que seja, ou em uma festa, ou mesmo em uma pessoa, mas venho te dizer, que a felicidade está dentro de você, então, se encontre.