Será que tudo o que conhecemos sobre piratas é real?

Bem, neste post você vai conhecer 7 fatos curiosos sobre piratas. E se prepare, pois você vai descobrir a verdade por trás de alguns mitos.

Mulheres podiam se tornar piratas

Isso era algo muito difícil de acontecer, mas realmente existiram mulheres piratas. Algumas conseguiram até bastante fama e dinheiro!

Ching Shih foi a maior pirata mulher! Ela conseguiu chegar no mesmo nível do marido, sendo considerada uma igual a ele.

Com o falecimento de seu marido, a senhorita, também conhecida como Cheng I Sao, acabou ganhando o controle de mais de 1.500 navios e 80.000 homens!

Ser um pirata era a melhor profissão

Estou exagerando um pouco nessa parte. Mas, a verdade é que a pirataria era um bom meio para escapar das intrigas políticas e religiosas da época.

Muitos tripulantes de navios assaltados acabavam se juntando a tripulação pirata que tinha acabado de atacá-los.

Um pirata não usava perna de pau

A medicina da época era bem precária, você realmente acredita que um pirata que tinha uma perna amputada conseguia sobreviver por muito tempo?

Além disso, um pirata amputado já não conseguia se mover como antes, assim ele acabava virando só mais um membro da tripulação.

Piratas não enterravam seus tesouros

Esse aqui é com certeza o maior mito envolvendo piratas!

Bem, quando um assalto era concluído, o ouro era divido entre toda a tripulação e não enterrado em alguma ilha deserta.

Realmente existiram piratas que enterraram seus tesouros, como William Kid e Roche Braziliano, mas estes eram casos raros.

Esse mito nasceu graças ao livro Treasure Island.

Eles não andavam na prancha

Outro grande mito!

A punição para um escravo ou para alguém que desobedeceu seu capitão era bem mais cruel.

Normalmente, o infrator ou era chicoteado, ou abandonado numa ilha ou amarrado e jogado no mar.

Uma tripulação pirata era cheia de bons trabalhadores

É claro, realmente existiam os bandidos, assassinos, ladrões e todos os outros membros de uma tripulação pirata. Mas, um bom barco pirata era constituído também por carpinteiros, cozinheiros, navegadores e diversos outros “profissionais”.

Um barco pirata tinha regras

Na grande maioria, cada tripulação pirata possuía regras criadas pelo capitão. E quase todas elas possuíam rigorosas punições.


Fonte: Mistérios do Mundo