Aproveitando o final de ano, que tal relembrarmos de cenas que marcaram 2017? Aqui reunimos uma foto para cada mês do ano que tiveram grande destaque e repercussão pelas redes sociais e veículos jornalísticos ao redor do mundo, para você enriquecer sua bagagem de ida para 2018!

JANEIRO: ‘CORROMPENDO’ HOLLYWOOD

No Dia de Ano-Novo, um time de ousados ‘gracistas’ mudaram o famoso letreiro de Hollywood na colina para ‘Hollyweed’ (weed = maconha), celebrando uma nova lei que fez o uso recreacional de marijuana legal.

FEVEREIRO: AS MULHERES KUNG FU DE KABUL


Coberta em antigas roupas de um monge Shaolin e sustentada em posição bailarina sobre um pé, uma instrutora de Wushu – uma forma moderna do tradicional Kung Fu – construiu uma pose de estátua no topo de uma colina no oeste de Kabul, Afeganistão. Ao redor, estão seis estudantes em pose para o combate, tornando essa bela cena de homenagem à Antiga Arte Asiática ainda mais impactante.

MARÇO: OUVINDO MÚSICA EM MEIO ÀS RUÍNAS DE ALEPPO

Essa extraordinária e triste foto, tirada durante a intensa batalha na cidade Síria de Aleppo, foi compartilhada intensamente na internet em março. Essa é a ruína da casa de Mohammed Mohiedin Anis (também conhecido como Abu Omar), e mostra o coletor de carros antigos de 70 anos de idade fumando um cachimbo enquanto ouve música de um tocador de disco.

ABRIL: O RETRATO DO AUTO-SACRIFÍCIO

Frame de um vídeo mostrando o resgate de crianças feridas, após um ataque de bomba em Aleppo, pelo fotojornalista Sírio Abd Alkader Habak. No meio do inferno, Habak teve que escolher entre tirar suas fotos de trabalho ou entrar no meio do fogo e extremo perigo para salvar os inocentes em apuros. A escolha foi rápida e imediata, e foi o momento de deixar sua câmera de lado e virar um herói.

MAIO: A RACHADURA QUE REDESENHOU O MAPA MUNDIAL

Uma rachadura de 177 km de extensão foi uma foto aérea tirada em novembro de 2016 por cientistas da NASA, mostrando uma rápida expansão da falha em progresso na parte Larsen C de uma área na Antártica. Em maio, a imagem voltou a protagonizar as notícias ao redor do mundo, ao descobrirem que uma segunda falha foi detectada. Em julho, então, uma enorme porção da região acabou se desprendendo, criando um dos maiores icebergs já registrado com origem da Antártica, e, até o momento, uma nova rachadura parece estar se estendendo no norte do restou.

JUNHO: O HOMEM QUE IGNOROU UM TORNADO

A foto de um homem em Alberta, Canadá, cortando a grama no terreiro da sua casa enquanto um tornado avança atrás dele viralizou pela internet em junho.

JULHO: O GORILA QUE AMA OLHAR SMARTPHONES

A foto de uma gorila olhando para um smartphone foi compartilhada intensamente em julho, após postada no Instagram. Tirada no Zoológico de Louisville, EUA, no estado de Kentuck, ela mostra Lndsey Costello e Jelani (a gorila) vendo vídeos de bebês gorilas juntos.

AUGUSTO: QUANDO DERRUBAR ESTÁTUAS PÚBLICAS NÃO É UM CRIME

Uma entre várias imagens de protestantes derrubando estátuas de soldados e oficiais dos Confederados em Kurham, na Carolina do Norte, como resposta ao violento movimento dos supremacistas brancos revoltados com a discussão correndo em instância municipal sobre a retirada das estátuas da cidade devido aos ideais de escravidão defendidos pelos Confederados durante a Guerra Civil norte-americana.

SETEMBRO: JOGADORES DE GOLFE CONTINUAM SEU JOGO EM MEIO A UM PANO DE FUNDO EM CHAMAS

Uma surreal imagem de jogadores de golfe calmamente dando continuidade ao jogo enquanto um destrutivo incêndio avança na floresta atrás, ao redor do Beacon Rock Golf Course em Bonneville do Norte, Washington.

OUTUBRO: ATMOSFERA APOCALÍPTICA DE LONDRES

Por causa do Furacão Ofélia, pates do Reino Unido foram deixadas como se tivessem saído de um filme apocalíptico. Isso porque o poderoso fenômeno meteorológico arrastou poeira do Saara para essas regiões britânicas, tornando tudo mais escuro, avermelhado e estranho, como raramente se viu nesse bloco europeu.

NOVEMBRO: ESCULTURA DE 700 ANOS ENGOLIDA PELAS RAÍZES

Essa foto ganhou um prêmio em novembro e mostra uma escultura do século 14, localizada em um templo budista na região central da Tailândia, sendo literalmente engolida pelas raízes de árvores, como se o mundo espiritual estivesse em completa sintonia com o natural, em um processo de fusão.

DEZEMBRO: UM BALÃO PARA A PAZ

Para marcar o Dia Internacional dos Direitos Humanos, no dia 10 deste mês, um evento organizado pela Rede de Fronteiras para os Direitos Humanos permitiu que as famílias que estavam sendo mantidas separadas pela fronteira EUA-México se reunissem por três minutos. Uma das fotos tiradas durante o evento mostra uma jovem garota segurando um balão branco enquanto ela espera pelo momento dos encontros próxima da barreira na Cidade de Juárez, no sul de El Paso, Texas. Um sinal de esperança para que no futuro essas barreiras extremistas não precisem mais existir dentro da sociedade humana? 2018 talvez guarde a resposta.

Referência: BBC Culture